Haddad promete tirar até 350 mil presos da cadeia

Sim, você não leu errado: em entrevista coletiva, o candidato do PT à presidência da República, Fernando Haddad, prometeu tirar até 350 mil presos da cadeia: “nós vamos promover o desencarceramento de pessoas que cometem pequenos delitos, que é hoje o maior contingente de prisioneiros”.

Veja aqui!

A proposta também está presente no plano de governo oficial de Haddad. Na página 33 do documento, a candidatura petista promete “enfrentar o encarceramento em massa no Brasil limitando as penas de prisão a condutas violentas e criando um Plano Nacional de Alternativas Penais”.

De acordo com o Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen), em junho de 2016 existiam 726,7 mil presos no Brasil, sendo que 620,5 mil deles possuíam informações no sistema sobre o crime cometido. Deste contingente, até 350 mil poderiam ser enquadrados como “praticantes de pequenos delitos” em um eventual governo Haddad e tirados da cadeia: furtos (75 mil presos), roubo simples (52 mil presos), estelionato e receptação (23,7 mil), uso de documento falso (2 mil), tráfico de drogas (176,6 mil – outro item do programa Haddad é descriminalizar o comércio de drogas), porte ilegal de arma de fogo (17,9 mil) e outros crimes.

(Caneta.org)

Expresso CE - Interna Inner