Marcelo Odebrecht admite que reforma no sítio foi mimo a Lula

No depoimento à juíza Gabriela Hardt, Marcelo Odebrecht disse que a reforma no sítio de Atibaia foi uma compensação pessoal para Lula:

“Seria a primeira vez que a gente estaria fazendo uma coisa pessoal para presidente Lula. Até então, por exemplo, tinha tido o caso do terreno do instituto, bem ou mal, era para o Instituto Lula, não era pra pessoa física dele.”

A juíza então perguntou se Lula tinha consciência de que a obra estava sendo paga pela companhia. Marcelo respondeu:

”Ah, tinha, com certeza.”

Expresso CE - Interna Inner