Times de futebol podem perder patrocínio da Caixa, diz Guedes

Durante a posse do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, ontem (7/1), o ministro da Economia, Paulo Guedes afirmou que a verba do banco poderia ter outro destino, ao invés de patrocinar times de futebol.

“Às vezes, é possível fazer coisas cem vezes melhores com menos recursos do que gastar com publicidade em times de futebol”, afirmou.

Antes de tomar posse, ainda em dezembro, Bolsonaro havia escrito em seu Twitter sobre a verba exagerada de patrocínios realizada pela CEF, como pode ser visto aqui.

No Twitter, de 14/12, Bolsonaro escreveu: "Tomamos conhecimento de que a Caixa gastou cerca de R$ 2,5 bilhões em publicidade e patrocínio neste último ano. Um absurdo!". 

Expresso CE - Interna Inner