Turma do STJ nega mais um pedido pela liberdade de Lula, por unanimidade

Todos os ministros da Quinta Turma negaram suspender cumprimento de pena por corrupção

Turma do STJ nega mais um pedido pela liberdade de Lula, por unanimidade

Lula está inelegível em função da condenação no processo do apartamento tríplex do Guarujá (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou, no último dia 2, mais um recurso que pedia a suspensão dos efeitos da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que o levaram à prisão há quase quatro meses, no caso do triplex em Guarujá.

A prisão de Lula na sede da Polícia Federal de Curitiba (PR) é decorrente da decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) de sentenciá-lo a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A decisão unânime negou recurso da defesa do ex-presidente, contra decisão individual do ministro Félix Fischer, relator da Lava Jato na Corte, em 11 de junho. E também contou com os votos dos ministros Jorge Mussi, Reynaldo Soares da Fonseca, Ribeiro Dantas e Joel Ilan Paciornik.

Lula nega ter cometido os crimes, sua defesa alega haver irregularidades no processo e quer garantir que o petista responda em liberdade, e em campanha presidencial, enquanto os tribunais superiores julgam seus recursos.

(Diário do Poder)

Expresso CE - Interna Inner