A passagem do meteoro pelo céu do Ceará, na noite desta quarta-feira (21), foi captada por câmeras de estações de monitoramento da Brazilian Meteor Observation Network (Bramon), posicionadas em João Pessoa e Campina Grande.

"A gente estima que esse objeto tinha cerca de 4 quilos de massa e passou gerando um plasca, que é essa luz que a gente consegue ver. Essa luz aumenta dependendo do tamanho do objeto e da velocidade", afirmou Marcelo Zurita, membro da Associação Paraibana de Astronomia (APA).

O meteoro entrou na atmosfera por volta das 23h. De acordo com o G1, ápice do fenômeno ocorreu na cidade de Icó, no Ceará. Neste ponto, a Bramon afirmou que o fenômeno percorreu 117,1 km brilhando fortemente até desaparecer, a 28,1 km de altitude.