Capela histórica é destruída por incêndio

Na tarde da última sexta-feira, 04 de outubro, a Capela de Santa Rita, em Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, foi assolada por um terrível incêndio que quase a consumiu por completo.

Localizado no distrito de Sopa, cerca de 25 quilômetros da cidade, desde 2003 o templo é patrimônio tombado pelo seu valor artístico, cultural e histórico.

O combate ao incêndio foi realizado por uma equipe de nove militares, que contaram com o apoio de três carros e um caminhão pipa. As chamas consumiram todo o interior da capelinha, provocando também o desabamento da torre e do teto da igreja.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as chamas foram controladas por volta das 17h10, quando se iniciou a fase de rescaldo. A estrutura do templo ficou em ruínas, apesar disso, o local foi interditado por haver risco de desabamento. Não houve vítimas e as causas do incêndio estão sendo apuradas.

A Arquidiocese de Diamantina emitiu um comunicado no qual manifestou seu grande pesar pelo ocorrido, e dizendo aguardar por "informações das autoridades competentes sobre a abrangência e as causas de tal fatalidade".

(GaudiumPress)

Expresso CE - Interna Inner