Em Fortaleza, mais de 60% possuem algum tipo de dívida

Cerca de 67,3% dos consumidores da Capital cearense possuem algum tipo de dívida. Isso é o que mostra o levantamento realizado pela Fecomércio, através do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Ceará (IPDC). O estudo ainda aponta que o número de fortalezenses inadimplentes, que são aqueles consumidores que não tem condições financeiras para honrar seus compromissos, permaneceu estável neste mês, com valor de 8,6%.

A maior parte dos consumidores com dívidas são do sexo masculino e renda familiar inferior a cinco salários mínimos. A pesquisa revela que o tempo médio de atraso é de 63 dias e a principal justificativa para o não pagamento das dívidas é o desequilíbrio financeiro. O segundo motivo mais citado é o adiamento por conta do uso dos recursos em outras finalidades.

Já entre as formas de pagamento, os meios mais utilizados são: cartões de crédito, financiamento bancário, empréstimos pessoais, carnês e crediários e cheque especial.

(CearáAgora)

Expresso CE - Interna Inner