Depoimento de Sargento relata discussão entre casal por ciúmes

Em depoimento à Polícia Civil, nesta segunda-feira (7/10), o sargento da Polícia Militar Francisco José da Costa confirmou à delegada Socorro Portela, que em 25 de maio deste ano, teve contato com a empresária Jamile Oliveira, com o filho dela, e com o advogado Aldemir Pessoa, na localidade de Ribeiro, em Pindoretama.

Segundo o depoimento do sargento Francisco, Jamile e o filho estavam caminhando ao lado de um veículo conduzido pelo advogado Aldemir, por volta de 23 horas. Para o policial militar, Jamile estava do lado de fora do carro por conta de uma suposta discussão entre o casal, que acontecera numa festa de aniversário do deputado estadual Vitor Valim.

Ainda de acordo com o sargento, o advogado Aldemir Pessoa comentava que "não era para Jamile ter ciúmes", como consta em documento o qual Expresso Ceará teve acesso. 

O sargento também afirmou que a empresária levava na mão "uma sandália toda quebrada que havia custado novecentos reais". Segundo o relato, o policial disse ter "percebido teor de álcool em Jamile".

O depoimento do sargento não confirmou sobre um suposto salto do veículo por parte de Jamile e do filho, como já foi publicado em outras notícias. Segundo Francisco Costa, eles não falaram nada sobre "ter pulado do carro".

Durante o depoimento, o advogado de defesa, José Carlos Mororó solicitou que o deputado Vitor Valim fosse ouvido, supostamente para dar explicações sobre o comportamento do casal durante o evento em sua residência.

Expresso CE - Interna Inner