Moro condena Sérgio Cabral a 14 anos de prisão

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi condenado a 14 anos de 2 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

A sentença foi proferida por Sergio Moro, juiz da Operação Lava Jato, segundo o blog Fausto Macedo, de O Estado de S. Paulo. O início do cumprimento da pena será em regime fechado.

Cabral foi acusado de receber propina de pelo menos R$ 2,7 milhões da Andrade Gutierrez pelas obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), da Petrobras.

A ex-primeira dama, Adriana Ancelmo, foi absolvida das mesmas acusações, de corrupção e lavagem de dinheiro, por falta de provas.

(Exame)