Falta pouco para o transitado em julgado de Lula

Condenado a mais 17 anos e 1 mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, o ex-presidente Lula terá somadas as penas de ambos os casos, para definir progressão de regime. Por isso, o cálculo do cumprimento de um sexto da pena será o total de 25 anos, 11 meses e 10 dias de prisão.

Lula terá direito a dois recursos protelatórios, mas não será admitida produção de provas; a sentença está definida. Após os recursos, ele será ladrão de dinheiro público transitado em julgado. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O TRF-4 descartou a anulação da sentença em primeira instância porque não houve prejuízos à defesa de Lula, nas alegações finais.

Lula tem direito a recurso especial junto ao Superior Tribunal de Justiça e recurso extraordinário aos amigos do Supremo Tribunal Federal.

Advogados continuam preferindo atacar quem investigou e julgou Lula do que tentar contestar as provas, aliás, abundantes, contra ele.

(Diário do Poder)

Expresso CE - Interna Inner