Paula Toller processa PT e Haddad por direitos autorais

A cantora Paula Toller, ex-vocalista do Kid Abelha, entrou com uma ação contra o Partido dos Trabalhadores (PT) e Fernando Haddad, por uso indevido de uma música do grupo. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (10) na coluna Direto da Fonte do Estadão.

O desentendimento teve início em outubro do ano passado, quando Toller entrou na Justiça contra o uso da canção Pintura Íntima por defensores do petista na época da campanha eleitoral.

A propaganda associada ao PT e ao candidato à presidência Fernando Haddad, mostrava Jorge Israel, um dos integrantes da Kid Abelha, tocando saxofone. E, no verso “amor com jeito de virada”, Paula aparecia entoando o ‘hit’.

Na época das eleições do ano passado, a ex-vocalista solicitou que o partido não utilizasse mais música e imagem da banda. Porém, de acordo com Toller, seu pedido não foi atendido.

Agora, Paula Toller pede na Justiça um valor de R$ 200 mil e, ainda segundo informações do Jornal ‘Estado de São Paulo’, a cantora não pretende realizar acordos.

(ConexãoPolítica)

Expresso CE - Interna Inner