Prefeito de Quixadá condenado por improbidade

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), condenou o prefeito de Quixadá, Ilário Marques (PT), pelo crime de improbidade administrativa, noticiou o CN7. 

A decisão foi publicada hoje (8/10), e o julgamento teve a votação unânime dos ministros do STJ. A condenação é baseada em processo que acusou o gestor de utilizar irregularmente a página virtual do município para divulgar a posse de sua esposa, Rachel Marques, na Assembleia Legislativa e, na mesma publicação, a data do aniversário dela.

Vale salientar que entre as sanções previstas no art. 12, III, da Lei Improbidade Administrativa, estão a perda do cargo, a suspensão dos direitos políticos e pagamento de multa.

Com mais essa decisão, Ilário agora acumula duas condenações pelo STJ por ato de improbidade; uma conta desaprovada pelo TCU por causar prejuízo ao erário; uma decisão de bloqueio de bens pelo TJ/CE por crime de improbidade; destacando-se que já foi afastado uma vez do atual mandato em decorrência da operação policial “Fiel da Balança”, que investiga grave crime de corrupção na Prefeitura de Quixadá.

(CN7)

Expresso CE - Interna Inner