Deputados querem mais verba para Fundo Partidário

Na contra mão do Governo Federal, que busca cortar gastos do bilionário fundo partidário e das campanhas eleitorais, o Congresso Nacional derrubou na quarta-feira, dia 27, itens de vários vetos presidenciais. Entre as medidas, foi votado regras sobre o fundo partidário para as eleições de 2020. Um dos pontos derrubados pelos deputados foi o dispositivo que abre brecha para os próprios políticos aumentarem o valor dos recursos destinados à campanha eleitoral.

Os congressistas querem ter até R$ 2,5 bilhões para as campanhas nos municípios, valor maior que R$ 1,7 bilhão, destinado em 2018. O valor ainda será votado na lei orçamentária anual, pendente de votação no Congresso. 

Apenas no veto 35 de 2019, sobre leis eleitorais e partidárias, foram 7 itens derrubados. Foi decidido que a liberação ao Fundo Eleitoral será avaliado apenas no plano do Orçamento de 2020, abrindo brecha para o aumento nos gastos. O governo reduziu o valor do fundo de R$ 2,5 bilhões para R$ 2 bilhões. Porém, cabe ao Congresso analisar o Projeto de Lei Orçamentária Anual. Ou seja, o próprio congresso vai decidir sobre como eles podem usar a verba pública para fins eleitorais.

(EN)

Expresso CE - Interna Inner