Diretório estadual de partido confirma decisão e dá um "xô!" em deputado infiel

O Diretório Estadual do Partido Social Democrático (PSD), em reunião nesta segunda-feira (26), confirma a decisão da Presidência Nacional da legenda a expulsão do deputado estadual Osmar Baquit de seus quadros. 

Conforme a deliberação, ele fica impedido de atuar, representar e se expressar em nome do partido em qualquer situação. Com a confirmação da decisão nacional, a bancada estadual do PSD na Assembleia passa a ser constituída pelos deputados Roberto Mesquita e Gony Arruda. O PSD estadual encaminhará ofícios comunicando a deliberação à liderança do bloco PMDB-PSD-PMB da Assembleia, ao presidente da Comissão de Constituição e Justiça e à Presidência da Assembleia.

Na semana passada, o PSD Nacional acatou a representação feita pelo diretório estadual da sigla e definiu pela expulsão do Osmar Baquit. O deputado, segundo a representação, desobedeceu às deliberações fechadas pela legenda e incorreu em infidelidade confessa ao partido. 

Osmar Baquit subiu à tribuna da Assembleia Legislativa no dia 13 de junho, quando demonstrou "a vontade consciente e deliberada em infringir a norma interna ao expressar verbalmente que sairia do partido na primeira oportunidade", além de expôr graves ofensas à sigla.

(Com informações do jornalista Márcio Lima)