Governo deveria mesmo dispensar doações da Noruega

O governo brasileiro avalia responder à decisão do governo norueguês de cortar mais da metade das doações anuais de US$110 milhões para o Fundo Amazônia, criado com o objetivo de reduzir o desmatamento. Uma das opções a serem submetidas ao presidente Michel Temer é dispensar a Noruega dessa contribuição, com o governo assumindo o ônus ainda este ano, incluindo os recursos no orçamento de 2018. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A Noruega se sentiu autorizada a dar lições ao Brasil em nome dos US$1 bilhão já doados a ONGs, chefiadas por estrangeiros.

Michel Temer concorda que “não seria um esforço extraordinário” para o governo repor os recursos eventualmente negados pela Noruega.

A visita de Temer às vésperas das eleições parlamentares fez o Brasil virar tema de discursos inflamados, de conotação claramente eleitoral.

Tentando se manter no cargo, a primeira-ministra Erna Solberg adotou uma conduta tão hostil ao Brasil quanto seus opositores.

(Diário do Poder)