Perrella para Aécio: "Só trafico drogas"

Em conversa telefônica grampeada pela Polícia Federal e divulgada pelo STF, o tucano Aécio Neves repreende Zezé Perrella por causa de uma entrevista do peemedebista à Rádio Itatiaia, em que ele se gabava de não estar na lista de Rodrigo Janot, e no “mar de lama” do Brasil. Perrella justifica a Aécio que a declaração foi um modo de rebater as acusações que tem recebido desde 2013.

Naquele ano, o helicóptero da empresa da família dele foi apreendido com mais de 40 quilos de cocaína, episódio conhecido como “helicoca”. “Qual a maneira que eu encontrei de rebater essas coisas que eles falam de mim do helicóptero até hoje?”, provoca Perrella, antes de responder: “Eu não faço nada de errado, eu só trafico droga”. 

Por meio de nota, a assessoria de Zezé Perrella afirmou que o comentário na conversa com Aécio teria sido em tom de brincadeira. "Basta ouvir o áudio na íntegra. Durante o diálogo, o senador Zezé Perrella menciona o episódio do helicóptero, dentro de um contexto, se referindo ao fato de que, mesmo após ter sido comprovada a inocência, lamentavelmente, a imprensa ainda insiste em associar o seu nome ao caso. Seu incômodo, explícito no áudio, é justamente pela forma criminosa e caluniosa que abordam esse assunto e que ele luta, ainda, contra seus detratores", diz.

O Twitter não perdoou. Até as 15h desta terça-feira (30), "Escobar" ficou entre os mais comentados na rede social, com mais de 9 mil tweets. A referência faz alusão ao narcotraficante Pablo Escobar, "o senhor da droga colombiano".

(Diário do Poder)