Temer tem 24 horas para responder questionário com 84 perguntas da PF

A Polícia Federal entregou, nesta segunda-feira (5), um questionário com 84 perguntas sobre o inquérito em andamento no Supremo Tribunal Federal (STF) ao advogado do presidente Michel Temer (PMDB). A defesa tem 24 horas para responder, contando a partir das 16h30 de hoje.

Segundo investigadores, a maioria das perguntas são referentes ao áudio do encontro entre o presidente e o dono da JBS, Joesley Batista, gravado no dia 7 de maio. Temer é investigado por suspeita de corrupção passiva, organização criminosa e obstrução de Justiça. O ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, preso no último sábado (3), também é investigado na mesma ação.

A defesa de Temer acredita que o envio das perguntas um dia antes do início do julgamento da cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral busca “constranger” e “influenciar” a corte a condenar o presidente.

Na quinta-feira (1º), a base aliada de Temer na Câmara dos Deputados protocolaram um pedido de explicações contra o ministro Edson Fachin, do STF, para que ele explique sua relação com o delator Ricardo Saud, da JBS. Fachin é responsável pela Lava Jato na Corte.

(Com informações da Folha De S.Paulo)