Criada em São Paulo a Secretaria Geral do Sínodo Arquidiocesano

O Cardeal Arcebispo de São Paulo, Odilo Pedro Scherer, anunciou no último domingo, 18, a criação da Secretaria Geral do Sínodo Arquidiocesano.

Para o cargo de secretário geral, o purpurado nomeou o Padre Tarcísio Marques Mesquita, pároco da Igreja Nossa Senhora do Bom Parto e coordenador geral do Secretariado Arquidiocesano de Pastoral.

No mesmo dia, houve a criação da Comissão de Coordenação Geral do Sínodo, que tem sua primeira reunião marcada para o próximo dia 30 de junho.

Durante a missa da Solenidade de Corpus Christi, Dom Odilo anunciou e convocou o Sínodo Arquidiocesano, que terá como tema "caminho de comunhão, conversão e renovação missionária" e o lema "Deus habita esta cidade: somos suas testemunhas".

Segundo o Cardeal, o Sínodo será dedicado à vida e à missão da Igreja na Arquidiocese, além de uma ação eclesial de grande significado, que terá o envolvimento de todas as forças vivas da Igreja particular.

"O objetivo principal do sínodo arquidiocesano é a renovação da evangelização e da vida pastoral da Arquidiocese, à luz dos apelos de Deus e da Igreja e à luz da realidade, na qual vive a Igreja de São Paulo", afirmou o arcebispo.

Ainda na convocação, Dom Odilo detalhou as várias etapas do caminho sinodal que se concluirá em 2020 com a realização da Assembleia do Sínodo Arquidiocesano.

Ao convocar o Sínodo na celebração de Corpus Christi, o purpurado pretendia destacar que a Eucaristia envia todos em missão para o meio da cidade e não apenas aos ambientes já frequentados pelos católicos.

"Também aqueles muitos ambientes em relação aos quais nós não estamos em contato, para os quais também somos enviados como discípulos missionários. Os ambientes que o Papa Francisco gosta de chamar de periferias", disse o Cardeal.

(Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de São Paulo)