Membros altamente capacitados que fazem parte dos atiradores de elite da Polícia Militar do Rio de Janeiro eliminaram o sequestrador do ônibus da Viação Galo Branco, que fez reféns na Ponte Rio-Niterói, na manhã desta terça-feira, 20. O criminoso morto ainda não foi identificado. O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse, em sua conta no Twitter, que acompanha desde cedo o sequestro do ônibus e está em contato direto com o comando da Polícia Militar. Para Witzel, “a prioridade é a proteção dos reféns”.  O sequestro se iniciou por volta das 5h30 e durou cerca de quatro horas.